• Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado

Home » Eficácia da Ajuda » Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado Imprimir a página

Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado

International Dialogue on State building and Peace building 2011

O Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado é uma série contínua de discussões que envolve as partes interessadas em uma conversa aberta e franca sobre como melhorar os esforços de consolidação da paz e construção do estado em situações frágeis e afectados por conflitos.

Presidente

Timor-Leste, juntamente com o DFID, co-presidem o Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado.

Metas de Construção da Paz e Construção do Estado

A primeira reunião global do Diálogo foi realizada em Dili, Timor-Leste em Abril de 2010.

Os participantes do Diálogo Internacional de Dili identificaram sete metas deconstrução da paz e construção do estado como trampolins para atingir os Objectivos de Desenvolvimento do Milênio nos estados frágeis afectados por conflitos.

  1. Promover acordos políticos e processos inclusivos, e o diálogo político inclusivo.
  2. Estabelecer e reforçar a proteção básica e segurança.
  3. Alcançar resolução pacífica para conflitos e acesso à justiça.
  4. Desenvolver as instituições do governo de modo eficaz e responsável para facilitar a prestação de serviços.
  5. Criar as bases para o desenvolvimento econômico inclusivo, incluindo meios de vida sustentáveis, emprego e gestão eficaz dos recursos naturais.
  6. Desenvolver capacidades sociais para a reconciliação e co-existência pacífica.
  7. Promover a estabilidade e a cooperação regional.

As metas da Declaração de Díli vão servir de base para reuniões de diálogo futuro, incluindo a reunião seguinte, realizada em Monrovia, Libéria, em Junho de 2011.

Plano de Acção Internacional

Participantes do primeiro Diálogo em Díli comprometeram-se a desenvolver um Plano de Acção Internacional que irá responder aos objetivos e desafios identificados na Declaração de Díli e nas consultas Multi-Stakeholder que foram realizadas antes da reunião.

O plano será entregue no 4 Fórum de Alto Nível sobre Eficácia da Ajuda na Coréia do Sul em Novembro de 2011.

Consultas Multi-Stakeholder

As consultas Multi-Stakeholder foram realizadas a nível do país ou região em 2009/2010 no Burundi, República Central Africano, República Democrática do Congo, Libéria, Serra Leoa, Sudão do Sul e Timor-Leste.

As preocupações prioritárias identificadas no processo de consulta foram utilizadas no primeiro Diálogo Internacional sobre Construção da Paz e Construção do Estado em Díli, Timor-Leste.

Para mais informações